Uniforme profissional é um custo ou uma despesa?

Instituições, restaurantes, comércios, clínicas e hospitais: os uniformes são vistos como uma marca para muitas áreas profissionais. Mas, na hora de mandar confeccionar as peças ainda existem empresas que ficam em dúvida se essa é uma vantagem para seu negócio.

Dentro da gestão de uma empresa existem muitos gastos e eles podem ser classificados de duas principais formas: custos e despesas.

A primeira é definida por todos os serviços, bens ou produtos necessários diretamente para a atividade ou produto final da empresa. Um exemplo são as matérias primas, como a compra de alimentos para um restaurante.

Já as despesas são os valores destinados para a manutenção geral e administrativa das atividades, englobando folhas de pagamentos, propagandas e materiais de escritório. O que diferencia um do outro é que as despesas podem ser remanejadas, mas os custos são fundamentais para a existência da empresa.

Vale a pena investir em uniformes?

Dentro dessa classificação, os uniformes são considerados uma despesa para as empresas. Mas, na maioria dos casos, é uma despesa muito válida para as companhias. Afinal, muitas despesas não estão atreladas diretamente a atividades e produtos finais, mas elas valorizam o nome empresarial, qualificando o serviço.

O uniforme é um bom exemplo: padroniza e oferece uma identidade visual para o negócio.

Quem deve arcar com o custo do uniforme?

Depois que a empresa opta por confeccionar a vestimenta, outras dúvidas podem surgir.

Uma das mais comuns é sobre quem deve pagar pelo preço do uniforme: o empresário ou o funcionário da empresa?

Quando o uso de uniformes profissionais é adotado, especialmente no caso de uniformes padronizados, o investimento deve partir do empregador.

Cobrar do funcionário esse tipo de despesa é contra a lei. Isso porque, dentro dessas características, o uniforme é visto como um instrumento de trabalho. Portanto, deve ser fornecido ao trabalhador pela empresa, conforme normas do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Como contabilizar a sua despesa com uniformes?

Para o equilíbrio financeiro e administrativo de qualquer empresa, todo o valor revertido para a compra de uniformes deve ser apresentado para a contabilidade. Ao optar por essa compra, o empregador deve fazer a discriminação da natureza da despesa junto à nota fiscal.

Nesses documentos devem constar a classificação da despesa, ou seja, o valor empregado, e também o material de consumo (uniformes).

Onde comprar uniformes com pronta entrega?

Uniformes para empresas precisam ter qualidade para reproduzir a marca e estilo que você quer e o perfil da sua área de atuação. Portanto, na hora de adquirir as vestimentas, opte por uma empresa de grande escala, especializada nesse tipo de produção. Isso irá garantir uniformes resistentes e bastante idênticos entre uma mesma equipe.

Está em dúvida de como fazer o uniforme para seus funcionários?

Os uniformes da Citerol são projetados para terem a máxima performance em conforto, modelagem e durabilidade. Para isso, utilizamos as melhores matérias primas, maquinários de última geração e contamos com um corpo técnico experiente e preparado.

Conheça o catálogo de uniformes para empresas:

  • Tecidos com tecnologias aplicadas, como repelente a água e óleo, antimicrobiano e proteção UV
  • Modelagem digital
  • Entregas rápidas em qualquer lugar do Brasil
  • Sem exigência de pedido mínimo
  • Comprando na Citerol, sua empresa não precisa fazer estoque de uniforme
  • Reposição garantida
  • Agilidade na reposição do uniforme, sempre que a empresa precisar
  • Todos os produtos vão com etiquetas informativas para lavagem
  • Os uniformes são entregue em kits separados por nome e isso facilita na entrega para o funcionário

Em caso de dúvidas, deixe um comentário! Será um prazer te ajudar!

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Open chat
Powered by